Bairro Jaraguá tem m² mais barato de São Paulo, indica plataforma imobiliária

A plataforma imobiliária Properati realizou um levantamento, o qual foi publicado em um mapa interativo online, que revela que o bairro Jaraguá - juntamente com os bairros de Cachoeirinha, Capão Redondo, Cid. Tiradentes, Grajaú, Guaianases, Itaquera, Parelheiros e Tremembé - é o local onde o metro quadrado (m²) de um imóvel é o mais barato da cidade de São Paulo.
Jaraguá é um dos bairros com o m² de imóvel mais barato da cidade de São Paulo
Jaraguá é um dos bairros com o m² de imóvel
mais barato da cidade de São Paulo
De acordo com o mapa, o m² no distrito Jaraguá custa em média menos de R$ 2.276. Em comparação, o m² no Itaim Bibi - o lugar mais caro do município - custa em média R$ 13.100.

Conforme publicado no artigo "Corretores apontam 4 dicas para quem quer comprar imóveis no Jaraguá", os valores vão de encontro aos mapas da Estadão Dados, que estimam os preços do m² de cada quadra do bairro (somando a área construída e a do terreno) em quantias que vão desde R$ 500 a até R$ 2.500.
Recorte do mapa online da Properati. Clique sobre o mapa para ampliar ou acesse o Mapa Interativo completo. Imagem: Properati
Recorte do mapa online da Properati. Clique sobre o mapa para
ampliar ou acesse o Mapa Interativo completo.
Imagem: Properati
O preço mais econômico se deve ao fato de que a região é uma das mais distantes do centro e de suas facilidades. Para se ter uma ideia, é mais rápido ir do Jabaquara até a cidade de Santos do que ir da Praça Ramos de Azevedo ao Jaraguá de ônibus.

Além disso, o local é o mais alto da cidade, o que requer mais energia para subir seja de carro, ônibus, trem ou bicicleta. Nesse cenário, a qualidade ruim das ruas não ajuda em nada. Segundo a pesquisa DNA Paulistano (2012), os buracos são um dos maiores problemas do bairro para 25% de seus moradores.

Jaraguá sem filtro. Tirinha criada pelo jornalista Marinaldo Pedrosa
Jaraguá sem filtro.
Tirinha criada pelo jornalista Marinaldo Pedrosa
Ainda sobre a questão do acesso, apesar de ser um polo cicloturístico devido ao Pico do Jaraguá que recebe ciclistas de várias regiões todos os dias e de possuir uma malha cicloviária, esta não se conecta com ciclovias de outros distritos e nem se distribui pelos vilarejos do bairro Jaraguá.

Não bastasse isso, em 2016 o Jaraguá ficou em 10º lugar em número de roubos e 4º lugar em número de estupros entre os bairros do município, conforme dados veiculados no infográfico "Criminalidade bairro a bairro", do Estadão.

Mesmo assim, nos últimos anos, o Jaraguá sofreu um boom imobiliário. Em apenas 10 anos, a população da região saiu de 145 mil para mais de 200 mil habitantes. De acordo com projeções populacionais da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), o lugar terá mais de 230 mil moradores em 2030.

Sobre o Autor:
Marinaldo Gomes Pedrosa Marinaldo Gomes Pedrosa é formado em Jornalismo pela UniSant'Anna. Vive no bairro Jaraguá desde 1976.

Comentários