6 lugares para praticar corrida e caminhada no bairro Jaraguá

Temos na nossa região uma boa infraestrutura para quem gosta de praticar corrida e caminhada? Leia esse conteúdo sobre 6 lugares para praticar corrida e caminhada no bairro Jaraguá e tire as suas conclusões. Lembrando que a entrada em quaisquer desses lugares é livre e grátis, confira:

A pista do Buracão

Essa pista de corrida, caminhada e ciclismo está localizada em um terreno de cerca de 8.800 metros quadrados no número 1 da rua Guilherme Branca, no vilarejo da Cidade D'abril, dentro do bairro Jaraguá.

A pista do Buracão tem 277 metros e é circular
A pista do Buracão tem 277 metros e é circular
O lugar é chamado de Buracão pelos moradores locais pois, há pouco mais de uma década, era exatamente o que ele era. De acordo com informações dos cuidadores voluntários, foram necessários mais de 1.400 caminhões de terra provenientes de diferentes lugares de São Paulo para aplainar o espaço.

Os cuidadores plantaram mais de 300 espécies de plantas e árvores no local, instalaram um playground, uma academia ao ar livre, mesas com tabuleiros de dama e xadrez, uma quadra de areia e uma quadra extra (inacabada).

O Buracão possui hoje uma pista de corrida circular asfaltada de 277 metros de extensão ladeada por uma pista de ciclismo. Automóveis e motos não entram no lugar, o que torna a prática esportiva mais segura.


O terreno do Buracão pertence à prefeitura, mas é cuidado pelos moradores locais. Não há iluminação, banheiros ou água encanada no lugar. Também não há sistemas e nem profissionais de Segurança. Todos os dias, das 6h às 21h aproximadamente, cerca de 300 a 500 pessoas usam esse espaço para se exercitar e se divertir.

A trilha dos escoteiros

Diferentemente do Buracão, a trilha dos escoteiros não é asfaltada, mas de terra, com pedras e alguns buracos, o que requer um pouco mais de cuidado na hora de praticar corrida e/ou caminhada a fim de evitar quedas e torções de tornozelos.

A trilha dos escoteiros tem 400 metros e é de terra
A trilha dos escoteiros tem 400 metros e é de terra
Essa trilha conta com 400 metros de extensão. Ela tem início logo após o primeiro portão de entrada do terreno da União dos Escoteiros do Brasil - Campo Escola Jaraguá, que fica na rua Adriano Reys, atrás do EMEI, EMEF E CEI da estrada Turística do Jaraguá.

Cercada por árvores, a trilha vai até o segundo portão de entrada da União dos Escoteiros. Não há iluminação no decorrer dela mas apesar disso, muitas pessoas transitam por lá no período do final da tarde e a até um pouco mais do início da noite.

No artigo "Expedição fotográfica ao Conjunto Habitacional Turística" você poderá descobrir um pouco mais sobre a região onde essa trilha está instalada e conhecer um pouco dos hábitos dos moradores locais.

A rua Alto do Rio Bravo

Essa rua asfaltada de aproximadamente 500 metros de extensão fica no Jardim Bandeirantes, bem próxima ao Centro do bairro Jaraguá. Trata-se de uma rua arborizada com baixo trânsito de automóveis (que só podem trafegar ali a 20 km/h no máximo).

A rua Alto do Rio Bravo possui baixo trânsito de veículos
A rua Alto do Rio Bravo possui baixo trânsito de veículos
Por esses motivos, as pessoas que moram próximas realizam diariamente atividades de corrida e caminhada por ali, principalmente nos períodos do início da manhã e no final da tarde. No decorrer da pista há uma quadra onde crianças e adolescentes jogam futebol e usam pequenas bicicletas.

Caso você queira saber mais sobre os hábitos dos moradores dessa região, acesse e leia o artigo "Expedição fotográfica ao Jardim Bandeirantes" publicado aqui mesmo no Jaraguá SP Post.

A estrada Turística do Jaraguá

Via de acesso da Rodovia Anhanguera até o topo do Pico do Jaraguá, a estrada Turística é - juntamente com a avenida Jornalista Paulo Zingg -  famosa por seus motéis, alguns dos quais escondidos em meio aos resquícios de mata da borda do referido elevado.

A estrada Turística do Jaraguá é a mais longa ladeira de São Paulo
A estrada Turística do Jaraguá é a mais longa ladeira de São Paulo
Diariamente, centenas de pessoas passam a pé ou de bicicleta pela estrada Turística, muitas delas com o objetivo de exercitar o corpo com caminhadas, pedaladas e corridas; e tranquilizar a mente com um pouco de ar puro e menos poluição sonora, atmosférica e visual.

Uma vez que "Pesquisas da USP sugerem que Pico do Jaraguá pode ser tão poluído quanto a Praça da Sé", esses esportistas podem estar errados quanto a sua fuga da poluição atmosférica, mas quanto ao resto, até que podem estar certos, apesar de que, há barulho na Trilha do Silêncio.

A parte mais utilizada para corrida e caminhada na estrada Turística é aquela que vai do sopé ao topo do Pico do Jaraguá. São 4,5 quilômetros de subida e, obviamente, outros tantos de descida. Como o impacto nos joelhos é severo, é recomendável que se desça andando e não correndo.

Não obstante, os corredores e caminhantes têm que disputar a pista, que não tem calçadas, com motoristas de carros de passeio, motoristas de caminhões e ônibus (estes últimos são raros, mas também passam por lá), ciclistas, motociclistas e esqueitistas, entre outros transeuntes.

Apesar dos percalços, a prática de atividade física no espaço é bastante revigorante. Além do contato com a natureza, os esportistas podem desfrutar da melhor visão do município de São Paulo e de cidades adjacentes quando chegam ao cume do Pico do Jaraguá.

A Arena Taipas

A Arena Taipas é um clube de futebol situado aos pés do elevado das Torres do Parque Taipas, precisamente na rua Doná Januária Maria, no bairro do Jaraguá. Ele é administrado pelos moradores da comunidade local.

Também chamada de Clube da Comunidade  (CDC), a Arena Taipas é a casa de ao menos 20 times de várzea da região, entre eles o Dínamo F.C., o Fragata F.C. e o Vitória Régia F.C.

A Arena Taipas tem um piso gramado sintético
A Arena Taipas tem um piso gramado sintético
Recentemente reformada e com grama sintética implantada, essa instituição tem hoje inúmeros projetos sociais, tais como os de apoio às escolinhas de futebol, organização de atividades culturais e doações de cestas básicas para famílias carentes. Em 2016, ela foi retratada pelo Jaraguá SP Post no artigo "Estrutura e gestão da Arena Taipas se destacam no futebol de várzea do bairro Jaraguá" (vale a pena ler).

A Arena Taipas possui um campo com aproximadamente 90 m x 50 m de extensão, o que significa que cada volta dada equivale a 280 m (mais ou menos a mesma distância de uma volta completa no circuito circular do já mencionado Buracão).

As atividades de corrida e caminhada na arena são praticadas em um piso gramado sintético totalmente plano, o que o diferencia dos demais pisos de asfalto e terra listados nesse artigo.

O acesso para corrida e caminhada na arena é livre para todos os públicos nos horários das 7h às 10h e das 19h às 22h. Por enquanto, não há iluminação, por isso, quem vai à noite precisa correr na penumbra.

O Retão

Retão é como se convencionou chamar ao espaço onde está instalado o City Empresarial Jaraguá ou Parque City Jaraguá, o qual abriga várias empresas/indústrias de médio para grande porte como a Cesvi Brasil, Ortosintese e Biomedical. Fazem parte do Retão a avenida Amador Aguiar e a avenida professor Miguel Franchini Neto, entre outros logradouros.

O Retão tem ruas largas, ciclovia, subidas e descidas longas
O Retão tem ruas largas, ciclovia, subidas e descidas longas
No local também está implantado o Parque Pinheirinho D'água e a Escola Técnica Estadual  (Etec) do Jaraguá, além do Cantareira Norte Shopping, entre outras organizações e centros comerciais.

Com suas ruas largas e bem asfaltadas, um contraste com as ruas estreitas e esburacadas do restante do bairro, o Retão já foi (há pouco mais de uma década), utilizado para rachas e eventos informais automobilísticos e motociclísticos.

No passado, quando havia poucas edificações e o espaço era estruturalmente mais limpo, o lugar foi muito utilizado como área de treino e "aeroporto" para atividades de aeromodelismo.

Ao todo, as pistas do Retão somam mais do que 4 quilômetros, dentro dos quais há uma controversa ciclovia retratada no artigo "Malha cicloviária já chegou ao bairro Jaraguá, mas tem um problema".

Atualmente, as ruas do Retão são utilizadas pelos moradores locais para a prática de corrida e caminhada, além de passeios ciclísticos. Os esportistas treinam por lá principalmente nos períodos da manhã e da tarde.

Assim como nos demais locais mencionados neste artigo (exceção feita ao Buracão, à trilha dos escoteiros e à Arena Taipas) os esportistas que vão às ruas do Retão precisam dividir o espaço com os carros que por lá trafegam.

Uma das características mais marcantes do Retão é que suas ruas contam com várias subidas e descidas relativamente longas, o que não se pode observar nos demais lugares onde os jaraguenses costumam praticar a corrida e a caminhada. A estrada Turística que leva ao topo do Pico do Jaraguá, por exemplo, possui apenas uma subida e uma descida  (a mais extensa de São Paulo, diga-se de passagem).

Por fim, além de se beneficiar da topografia diferenciada (que ajuda no condicionamento físico), quem usa o Retão para atividades esportivas pode usufruir dos banheiros e da água encanada do Parque Pinheirinho D'água.

Conclusão

Há, com certeza, outros lugares (além dos 6 mencionados neste artigo), nos quais os jaraguenses praticam corrida e caminhada. Muitos atletas amadores se aventuram pelos acostamentos do Rodoanel e da Rodovia dos Bandeirantes, por exemplo. Outros percorrem as ruas do bairro sem distinção de lugar ou dificuldade, passam por cima de calçadas irregulares, ruas esburacadas e outros problemas.

Os lugares habitualmente utilizados pelos jaraguenses para a prática de corrida e caminhada não foram planejados. Essa improvisação gera inúmeros obstáculos, tais como a falta de banheiro e água potável para uso durante os treinos.

Contudo, mesmo com a improvisação, muita gente consegue desenvolver bons treinos na região, os quais lhes dão condições para participar de provas de rua como a Corrida Internacional de São Silvestre e outras corridas de pequeno, médio e grande portes, incluindo maratonas (42 km).

Por fim, o bairro Jaraguá ainda não possui um centro esportivo de treinamento fechado, com pista para corrida com piso adequado e infraestrutura para os treinos. No entanto, nada impede os moradores de lutarem por um lugar assim junto à Prefeitura Regional.

Sobre o Autor:
Marinaldo Gomes Pedrosa Marinaldo Gomes Pedrosa é formado em Jornalismo pela UniSant'Anna. Vive no bairro Jaraguá desde 1976.

Comentários